A dentista da Jamile

Talvez a maioria das pessoas que me lê não sabe, mas Jamile é banguelinha desde sempre. Foi assim, quando ela ainda estava abrigada, poucos meses antes de chegar na minha vidinha, ela caiu de um cadeirão e quebrou o dentinho da frente com a queda.

Que dózinha, né. Enfim, a verdade é que nós já a conhecemos banguelinha, não fazemos nem ideia de como é a fisionomia da Jamile com o sorriso completo. E como houve esse “trauma”, desde sempre eu achei importante fazer um acompanhamento no dentista, tirar radiografia, ir acompanhando a dentição dela.

Quando eu ainda trabalhava lá naquela empresa inominável, encontrei uma dentista bem pertinho do escritório e da escola da pequena. E foi tipo assim, na sorte mesmo, abri o livrinho do convênio, fui procurando os locais mais próximos, liguei, tinha data e horário bacana, agendei.

E gente, eu tive a sorte de encontrar uma pessoa incrível exercendo essa profissão do capeta. Vamo combiná que dentista não é coisa muito agradável de se ir, néam? Primeiro que a gente tem uma mania de só aparecer no consultório quando a coisa tá feia, sentindo dor, perdendo os dente tudo. E aí não tem como sentir amor pela pessoa que futuca e conserta a nossa dentadura.

Mas a dentista da Jamile é uma coisa de tão fofa que ela é. Primeiro que o consultório dela é cheio de bichinhos de pelúcia, enfeites infatis, adesivos e desenhos que os pacientinhos dela fizeram e ela deixa espalhados pelas paredes. Como que uma pessoa não se sente acolhida? Não tem como!

Aí ela senta a criançota na cadeira (aquela abominável) e mostra todos os aparelhinhos que ela vai usar, explica como que ela vai escovar cada dentinho, diz que não vai doer nadinha de nada, dá espelhinho em formato de dente pra pequena ir acompanhando os trabalhos. Só aí eu já morri de amores.

Durante toda a consulta ela vai conversando, elogiando (ou não) a escovação, trata a pequena com a maior consideração. Por fim, depois que a consulta termina, ela abre uma caixa mágica cheia de brinquedinhos e adesivos e diz que a Jamile pode escolher qualquer um pra levar pra casa. Gente, é ou não é a verdadeira “fada do dente”?

E, detalhe, ela é uma mocinha, cara de recém-formada, não deve ter nem 30 anos. Mesmo estando num bairro que agora fica longe pra ir, eu continuo fiel e uma vez a cada 6 meses estamos lá batendo cartão na consulta de rotina. Dra. Carol, a gente te ama!

Anúncios

2 pensamentos sobre “A dentista da Jamile

  1. Danielle 30 de janeiro de 2017 às 8:46 PM Reply

    Parabéns para a Dra Carol e todos os profissionais que amam sua profissão. Pena que está cada vez mais difícil de encontrar pessoa assim E parabéns também para essa mocinha Jamile por se comportar tão bem no dentista! 😀

  2. Danielle 21 de setembro de 2017 às 4:06 PM Reply

    Oi Lene tudo bem? Poderia me enviar o contato da Dra. Carol por favor? Pode enviar para meu e-mail ou via whats 41 98739-7007. bjs

Comenta aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: