O fim

O meu pai está morrendo. E hoje eu fui me despedir dele. Olhei pra ele e o encontrei tão frágil no leito do hospital, cercado de fios, cânulas, monitores. No momento em que olhei pra ele, eu soube que ele já não estava mais ali. Não o meu pai. Ali jazia o seu corpo debilitado, machucado pelos problemas de saúde e pelos cuidados médicos. Mal consegui tocá-lo. Fui fraca. No caminho para o hospital, ensaiei coisas que eu tinha para dizer, aquelas coisas bonitas e fortes que esperam que você diga num momento como esse, de despedida. Mas não disse. Pensei nelas enquanto olhava para aquele farrapo humano que o meu pai se tornou. Pensei que se eu mentalizasse bem forte talvez ele pudesse, de alguma forma, escutar. Ou pelo menos sentir. Esse é agora o meu desejo. Que os meus pensamentos tenham chegado até ele. O que eu queria dizer é que ele pode partir sossegado tendo a certeza de que nós, que ficamos, estamos bem e vamos seguir as nossas vidas dentro dos valores que recebemos. Que sua missão foi cumprida e que agora ele já pode se libertar dessa matéria que restou. Vai pai, vai tranquilo, vai sem medo. Eu não sei se ele tinha medo da morte… Eu não tive uma relação muito próxima com ele na minha vida adulta. Eu fui a filha que eu podia ser para o pai que ele foi para mim. E não, eu não me arrependo de como conduzi essa relação. Eu não queria voltar no tempo e fazer diferente. O que eu queria era fazer diferente daqui pra frente. Era ter mais tempo, era ter dado para ele um fim de vida mais tranquilo do que esse que ele teve. Eu estava disposta a fazer isso e hoje, a dor que eu sinto é pela filha que eu podia ter sido se ele tivesse ficado um pouco mais entre nós. Vai pai, pode partir tranquilo. Mesmo que eu tenha te abraçado tão pouco e te amado tão pouco também em determinados momentos das nossas vidas, você merece o melhor de mim nesse momento. O meu respeito, o meu carinho, as minhas lágrimas. E agora vai.

Anúncios

Um pensamento sobre “O fim

  1. Priscila 30 de julho de 2018 às 2:14 PM Reply

    Entendo perfeitamente essa relação.
    Sinto muito!

Comenta aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: