Arquivo da tag: roupas

Ponto pra M.Officer

Continuo naquela história de procurar uma calça jeans decente, boa, bonita e barata. Ou seja, não existe. Semana passada fui ao shopping com a minha irmã chiquérrima (primeiro grande erro) e ela me convenceu a entrar nas lojas de grife “só pra experimentar” (segundo grande erro).

Mas sabe que acabei me dando conta de que a gente cria o hábito de evitar as lojas de grife por causa dos preços altos e não percebe que elas também fazem promoções e oferecem produtos de qualidade pelo mesmo preço que uma Renner e uma C&A da vida! Foi o que aconteceu comigo. Enquanto eu esperava minha irmã chegar, fui às lojas mais “populares” do shopping e me assustei com os preços. Não achei nenhuma calça jeans por menos de R$ 69,90. Quando ela me convenceu a entrar na M.Officer, quase tive um treco, mas encontrei calças por R$ 89 e de qualidade superior.

Não vou dizer que acho barato pagar R$ 89 numa peça de roupa, mas se você comparar o custo-benefício compensa! Melhor pagar esse valor numa roupa de grife do que pagar exatamente a mesma coisa numa peça de loja de departamento. Na minha opinião, as lojas de departamento é que estão extremamente fora da realidade ao cobrar esse valor. E nós, consumidores pobrinhos, por preconceito e por ter uma ideia pré-concebida de que tudo o que é de grife é caro, acabamos pagando o mesmo “caro” por roupas mais ou menos.

Fora que achei FAN-TÁS-TI-CO quando a vendedora da M.Officer me disse que o manequim nr 38 serviria em mim. E serviu!! Eles são muito espertos, mesmo. Fazem modelagens maiores pra agradar (e muito) a clientela feminina. Ponto pra M.Officer!

Essas modelagens

Agora que sou novamente uma assalariada (tks God!) posso me dar ao luxo de fazer compras novamente. Ah, que delícia! Depois que perdi 5kg com a dieta, minhas calças em geral ficaram bem folgadas e resolvi comprar pelo menos umas duas calças novas esse fim de semana.

Como sou assalariada e não muito bem paga, meu foco acaba sendo nas marcas mais populares. Gentem, fiquei revoltada com o que vi. Entrei em 3 lojas diferentes, consegui comprar uma única calça e voltei pra casa irada. Praticamente em todas elas, 90% dos modelos era skinny. Ok, eu sei que está suuuuper em alta, que todo mundo usa com bota pra fora e etc e tal, mas não dá pra viver de calça skinny, concorda? Eu preciso trabalhar com um mínimo de elegância e é bom ter uma calça com corte mais reto só pra variar. Fora que meu corpitcho pede uma calça com a perna mais aberta.

Na loja 1 encontrei 2 modelos interessantes, peguei o nr 40 para provar e uma delas ficou excelente no quadril, mas esquisita na cintura. Na loja 2 não achei nada além de modelos skinny com lycra e com aqueles bolsos falsos que eu detesto. Na loja 3 a sensação foi “seja bem-vinda ao mundo maravilho dos jeans”, muitos modelos, muitas opções, porém, mais uma vez, 70% era modelo skinny. Pessoal, provei 6 calças nessa última loja, gostei muito de um modelo que está em alta agora, com uma dobrinha na barra, mas a fila estava quilométrica e achei a calça bem cara, fora do valor que eu tinha estipulado para gastar. Além disso, passei um sufoco com as numerações! Teve caso em que tive que pegar a 44 para conseguir provar! Deus me livre, onde que esse povo vive? Resultado, voltei pra primeira loja, comprei uma calça e voltei pra casa bege.

Me lembro de ter visto na TV que vão fazer um padrão de modelagem de roupas para evitar esse tipo de situação. Estou esperando pra ver.