Arquivo da tag: vida

O que fazer?

Fim de ano é época de reciclar sentimentos, de colocar na balança o que foi bom, o que foi ruim, o que podia ser melhor e como agir daqui pra frente.

Eu ando me sentindo cansada. Cansada de maneira geral, das coisas como elas são. Isso já aconteceu antes e eu não tenho ilusões de que esse sentimento nunca mais vai voltar. Eu sou assim, eu racionalizo tudo, eu crio expectativas para várias coisas na minha vida e me frustro um bocado comigo mesma. Eu já disse que sou insegura e que sou uma eterna insatisfeita. Nesse momento estou assim, insatisfeita comigo mesma, com o meu corpo, com o meu cabelo, com o meu trabalho, com a minha vida. Fico me perguntando o que há de errado comigo? Cobrança demais? Tenho que relaxar mais e deixar a vida me levar? Pode ser, pode ser…

Estou numa fase mais reservada, sem vontade de sair muito, sem vontade de me expor muito. E estou respeitando isso. Acho saudável, tenho que dar ouvidos aos meus limites também. Com relação à adoção, como não existem grandes possibilidades de que o meu processo ande esse ano, eu deixei o assunto assentar um pouco. Continuo pesquisando uma coisa ou outra, acho importante estar por dentro do assunto, estudar, ler… Mas confesso que o curso preparatório foi over pra mim. Passei um mês respirando o assunto adoção, falando e ouvindo histórias, preciso de um descanso pra cabeça. No curso eles insistiram muito para que nós continuemos participando das reuniões mensais nos grupos de apoio, mas eu resolvi que esse ano preciso dar um tempo. Ano que vem pode ser que a gente se organize para participar. Uma vez por mês não mata ninguém, certo.

E o trabalho? Ah, uma crise enorme no trabalho. Cheguei até a sonhar que pedia demissão. Estou novamente repensando o que quero pro futuro e como atingir esses meus objetivos. Quem falou que viver é fácil, não é verdade?

Levando a vida

Ainda custo a acreditar que passei por tudo aquilo outra vez. Apesar de ter mantido os pés no chão, de ter ficado meio desconfiada e de ter a consciência de que algo poderia dar errado de novo, eu criei expectativas, eu tive esperanças e eu torci para que desse certo. Afinal de contas eu sou um ser humano de carne e osso, pombas.

Por um momento eu pensei: Deus não faria isso de novo comigo… Depois de tirar todas as minhas esperanças de um dia engravidar sem precisar de algum tipo de tratamento, agora que isso aconteceu quase como se fosse um milagre, ele não iria permitir que eu perdesse essa gravidez. Mas foi exatamente o que aconteceu. Deus sabe o que faz? Ele reserva algo melhor para mim no futuro? Ele sempre abre uma janela quando uma porta se fecha? Não sei. Não sei mais de nada. Só sei do vazio que eu sinto. Do vazio na minha alma e na minha casa.

Eu sou forte, eu sacudo a poeira, eu sigo em frente, eu vou levando a vida. Eu voltei ao trabalho, eu faço as compras de supermercado, eu cuido dos gatos, eu tomo uma cerveja com os meus amigos, eu dou risada das piadas que me contam, eu penso pouco sobre o assunto. Mas meu coração está pesado, estou cansada dessa vida. É nisso que eu penso quando coloco a cabeça no travesseiro à noite e quando olho meu rosto no espelho.

Coisas da vida

Depois de meses percebendo que minhas roupas voltaram a ficar apertadas, hoje eu tomei coragem e me pesei. That was a really bad idea… Voltei aos exatos 64,5kg que eu pesava quando comecei a fazer dieta. É uma merda, mas eu não consigo parar de comer!!! E tendo que levar comida pro trabalho, fica difícil manter a dieta equilibrada. Além disso, sem grana pra voltar às aulas de body balance voltei à vida sedentária de antes… It sucks!! E o colesterol? Não quero nem saber… Melhor deixar pra pensar nisso mais tarde.

*

Menstruei esse fim de semana. Eu sabia que ia acontecer, mas eu simplesmente não consigo abstrair totalmente. Eu até consigo deixar de pensar na possibilidade de engravidar durante 2 ou 3 semanas, mas sempre que chega próximo do dia de menstruar, a ansiedade começa a me corroer. Está sendo incrivelmente difícil, mas eu sei que vou conseguir. Em dezembro tenho que fazer o meu preventivo mais uma vez e vai ser a hora de encarar o fato de que terei que cuidar da endometriose e parar definitivamente de menstruar. Aí então não tem mais volta.

*

Essa semana perdemos um contrato considerável que já durava 5 anos. A partir de agora tenho que me dedicar a um projeto que tenho relutado em fazer acontecer… E ando tão preguiçosa com isso e com os meus projetos pessoais também… Parei o curso de administração web, estou tentando voltar a estudar espanhol, mas nem sequer peguei nos livros… Preguiça, preguiça, preguiça.

*

Essa semana dei uma de louca e gastei mais dinheiro do que eu podia, comprei roupas novas, coisas que eu queria muito! Agora tenho que pensar em como vou pagar… Oh, Gosh.